Ceilândia, Sol Nascente, Pôr do Sol e Estrutural, entram em lockdown a partir de amanhã (8) por três dias

A população não cooperou com as medidas protetivas durante a reabertura do comércio. Muita gente andando sem máscaras em locais públicos. A alternativa do GDF foi mandar fechar tudo por três dias

As cidades de Ceilândia, Sol Nascente, Pôr do Sol e Estrutural, que apresentam maior número de casos e mortes pela covid 19 no Distrito Federal, entram em lockdown, o fechamento de serviços não essenciais, a partir desta segunda-feira.

Durante três dias, essas regiões administrativas, que juntas têm quase dois mil casos e 45 mortes pelo novo coronavírus, só vão contar com atividades essenciais abertas.

Poderão funcionar, por exemplo, mercados, açougues, padarias, farmácias e consultórios médicos para casos de urgência.

Já os shoppings centers, feiras populares, comércios de qualquer natureza, parques e igrejas ficam proibidos de abrir. Lembrando que essas atividades tinham voltado a funcionar no fim de maio em todo o DF.

A medida da fechamento total ocorreu devido ao aumento expressivo de contaminados e mortos pela covid 19 nessas cidades. No prazo de uma semana, o número de casos aumentou mais de 57%

No fim de maio, eram pouco mais de mil e passaram, agora em junho, para quase dois mil. Já o crescimento de mortes foi de 77%. Saltaram de 35 para 45.

Ainda no fim de maio o governador Ibaneis Rocha pediu que os moradores dessas cidades contribuíssem para evitar o crescimento de casos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat