COVID-19: Sargento da PMDF morre e se torna a 7ª vítima na corporação

Mais recente óbito é do 1º sargento Manoel Tomé, lotado no Centro de Operações da Polícia Militar (Copom)

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) registrou, nesta sexta-feira (24/7), a morte de mais um membro da corporação em virtude da Covid-19. O 1º sargento Manoel Tomé, lotado no Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), foi a sétima vítima da doença.

Por meio de nota, a corporação prestou homenagem ao policial. “A PMDF se solidariza com a família do sargento neste momento de dor e perda”.

Na segunda-feira (20/7), o policial que morreu foi o segundo sargento Gonzaga, que estava internado no Hospital Maria Auxiliadora, no Gama. O profissional da reserva também atuava no Copom.

Já no sábado (18/7), o segundo sargento Ranulfo Roberto Batista de Araújo também não resistiu às complicações da doença.

No caso de Ranulfo, o policial deu entrada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) em 3 de julho. Em seguida, foi transferido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Núcleo Bandeirante, onde permaneceu 11 dias na unidade de tratamento intensivo (UTI). Informação preliminar aponta que a causa da morte foi Covid-19 com pneumonia bacteriana.

 

A equipe da Polícia 24 horas lamenta pela perda do Policial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat