Criança de 11 anos morre após levar tiro acidental de pai em Formosa

Um menino de 11 anos morreu após ser atingido por um disparo de arma de fogo na noite da última sexta-feira (27/05), em Formosa (GO). De acordo com informações ainda preliminares, o pai da criança teria disparado contra o filho de forma acidental. Em seguida, o homem tentou tirar a própria vida e atirou contra o rosto

Criança de 11 anos morre após levar tiro acidental em Formosa. De acordo com informações preliminares, o menino foi atingido pelo próprio pai – (crédito: Reprodução/Redes Sociais )

Segundo a Polícia Civil de Goiás (PCGO), o pai é um trabalhador autônomo e atirador esportivo Ele tem quatro armas de fogo registradas no nome dele e por dificuldade financeira teria optado por vender uma das armas. “No momento que foi mostrar a espingarda para realizar a venda, a criança estava perto e ele possivelmente sem perceber acionou a tecla do gatilho e acabou atingindo a criança”, conta o delegado Danilo Meneses, do Grupo de Investigação de Homicídio (GIH) da PCGO.

Ao ver que o menino estava ferido, ele pegou o filho no colo e correu para a calçada em busca de socorro. Quando o homem notou que o menino estava sem vida, ele escreveu um bilhete pedindo perdão e atirou contra o próprio rosto. Equipes do SAMU já estavam na propriedade e socorreram o homem, que estava consciente. Ele foi levado para o Hospital Estadual de Formosa e possivelmente seria transferido para o Hospital de Base de Brasília, devido aos ferimentos graves.

“A polícia militar foi acionada para uma suposta ocorrência de arma de fogo que teria atingido alguém. Assim que chegaram no local ouviram o segundo disparo de arma de fogo. Foi iniciado o adentramento e os militares acabaram por encontrar uma cena muito triste, o homem com disparo de arma de fogo na face segurando o filho sem vida no colo”, lamentou Meneses.

De acordo com o delegado, o menino era filho único e muito apegado com o pai. “Os vizinhos contaram que a relação entre os dois era maravilhosa, sempre estava juntos, ele (pai) dando amor e carinho para a criança”, afirma. No momento do acidente, a mãe estava tomando banho.

O caso é tratado inicialmente como um disparo acidental, mas vai ser confirmado com depoimento de testemunhas e laudos da perícia feita no local. Não há informações sobre o estado de saúde do pai.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat