Geleiras dos Andes tropicais encolheram 42% nos últimos 30 anos

 

Um estudo divulgado publicado na revista Remote Sensing mostrou que as geleiras dos Andes tropicais encolheram 42% nos últimos 30 anos. A dimensão da área passou de 2.429,38 km² para 1.409,11 km².

A pesquisa é uma parceria do MapBiomas com Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Universidade Nacional Agrária La Molina e Instituto de Pesquisas em Glaciares e Ecossistemas de Montanha, ambos do Peru.

Segundo os pesquisadores, a destruição da Amazônia é uma das causas da diminuição das geleiras.

“Um dos fatores não climáticos pode ser o aumento das queimadas florestais nos últimos anos na Amazônia, que gera carbono negro que pode acelerar o recuo glacial ao entrar na superfície da geleira”, diz o estudo.

As geleiras mais afetadas são as que estão a menos de 5 mil metros acima do nível do mar. Em 30 anos, elas perderam mais de 80% de sua área. Segundo a pesquisa, a aceleração foi mais significativa partir de 1995.

A Cordilheira dos Andes abrange sete países: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela.

“As mudanças observadas destacam o preocupante recuo das geleiras ao longo dos Andes tropicais, o que provavelmente levará a consideráveis ​​problemas ambientais, econômicos e culturais nesta região. Além disso, os resultados representam uma importante fonte de informação para o desenvolvimento de estratégias de gestão da água capazes de enfrentar os desafios das mudanças climáticas”, alertam os pesquisadores.

Com informações G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat