Médico do Sudoeste é preso por porte de cocaína, ecstasy e arma ilegal

 

 

 

Um médico psiquiatra do Distrito Federal acabou preso em flagrante, nessa terça-feira (22/3), por porte ilegal de arma de fogo e de substâncias entorpecentes para consumo pessoal. A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do médico, na Asa Sul, e no consultório dele, no Sudoeste.

O psiquiatra foi denunciado na Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA). De acordo com a ocorrência registrada, durante a visita dos filhos, o médico fazia uso abusivo de drogas e bebidas alcoólicas, além de manter armas em sua residência irregularmente e sem a devida cautela.

Durante as buscas, o homem portava cocaína e ecstasy, além de uma pistola Glock calibre .380 em nome de terceiros. O psiquiatra pagou fiança de R$ 1 mil e está em liberdade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat