Mulher é presa por extorsão contra a própria empregadora

3ª DP

Data: 31 de março de 2021

 

No dia 30/03, policiais civis da 3ª DP (Cruzeiro) realizaram a prisão em flagrante de uma babá, de 34 anos, suspeita de ser autora do crime de extorsão, praticada em desfavor da própria empregadora. Segundo a investigação, no dia 26/3, a vítima recebeu mensagens em seu aparelho celular de uma pessoa que se dizia investigador particular e passou a extorqui-la, pois dizia possuir vídeos e fotos comprometedores da vítima e exigiu a quantia de R$ 15.000,00 (quinze mil reais) para não divulgá-los.Três dias depois, a autora novamente exigiu o pagamento dos valores em espécie. No dia seguinte, após novas ameaças de vazamento e pressão sobre a vítima, esta disse que faria o pagamento, mas que somente tinha conseguido a quantia de R$ 8.000,00. O criminoso, então, mandou nova mensagem e determinou que o montante fosse entregue para a babá em uma parada de ônibus nas proximidades da Hípica do Sudoeste/DF, por volta de17h. Equipes de policiais civis da Delegacia ficaram em campana e conseguiram visualizar o momento em que a sacola foi entregue a babá. Os Agentes aguardaram para verificar a quem a babá entregaria os valores, entretanto, ela entrou em um veículo de aplicativo, razão pela qual foi abordada logo em seguida. Após a abordagem, a babá confessou a prática das extorsões e autorizou o acesso ao seu aparelho celular, local em que foram localizadas as mensagens trocadas entre ela e a vítima. A autora havia comprado um novo chip e o habilitou utilizando os dados da própria vítima. A babá trabalhava na casa da vítima havia 7 anos. Ao ser questionada sobre as razões que a motivaram a praticar o crime, a autora disse que estava passando por necessidades financeiras. Além disso, disse que agiu sozinha. Após os procedimentos legais, a autora foi recolhida ao cárcere da polícia civil.

PCDF, excelência na investigação.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat