PCDF deflagra Operação Voleur

Na tarde dessa terça-feira (14), a PCDF, por meio do trabalho investigativo da 38ª DP, deflagrou a Operação Voleur, visando o cumprimento da prisão preventiva de um homem, de 39 anos, morador de Vicente Pires, e conhecido na comunidade como o ladrão dos temperos.

De acordo com a delegacia, o envolvido estava sendo investigado por dois furtos em um supermercado situado em Vicente Pires, fatos ocorridos em abril e maio deste ano. Na ocasião do primeiro furto, o investigado e a companheira subtraíram diversas mercadorias do mercado e, em seguida, esconderam os produtos furtados no bolso da roupa e na bolsa feminina, saindo do local sem pagar a conta. Já na segunda ação criminosa, seguranças do estabelecimento comercial ainda tentaram deter o casal, porém o homem fugiu em um veículo, além de arremessar dois peitos de frango congelados que ele havia acabado de subtrair do local.

“Além desses dois furtos, o investigado possui 25 ocorrências policiais registradas, sendo sete delas como autor de práticas criminosas com o mesmo modus operandi. Restou comprovado que esse criminoso comete furtos em supermercados desde o ano de 2009, tendo subtraído bens de comércios situados na Asa Norte; no Setor de Múltiplas Atividades Sul (SMAS) e Cruzeiro; em Águas Claras e Vicente Pires”, destaca o delegado-chefe da 38ª DP, João Ataliba Neto.

Ainda de acordo com as apurações, nos furtos praticados, o investigado tinha o costume de levar gêneros alimentícios, como peças de picanha, bebidas alcóolicas diversas— garrafas de vinho, uísque e vodca. Em um desses furtos, o homem subtraiu mercadorias no valor total de R$ 270.

Na mesma data, os agentes cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa do investigado e, entre os objetos encontrados, foram apreendidas duas garrafas de vinho, vendidas no mercado entre R$ 200 e R$ 500, cada uma.

“Acredita-se que tais garrafas tenham sido subtraídas recentemente pelo investigado, razão pela qual solicitamos a divulgação do envolvido para identificar a vítima desse crime e, ainda, outras possíveis vítimas de crimes praticados pelo criminoso, sendo pertinente e necessária a ampla divulgação da imagem do preso na mídia local para que a comunidade possa denunciar e procurar a delegacia para registro de ocorrência”, finaliza o delegado.

Na delegacia, durante o interrogatório, o preso informou o nome da sua companheira, sendo a mulher indiciada também pelos crimes praticados. Após as formalidades legais, o homem foi recolhido à carceragem da PCDF, onde permanece à disposição da Justiça.

A operação foi batizada de Voleur, pois o termo francês significa ladrão.

As denúncias e/ou informações poderão ser feitas por meio dos canais de denúncia on-line da PCDF e pelo Disque-Denúncia (197). Denuncie. O crime aparece. Você não!

Assessoria de Comunicação/PCDF

Nossa missão é investigar!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat