POLICIA x POLICIA EM ANÁPOLIS.

Equipe 11225 composta pelo SD Hudson e SD Fernandes em patrulhamento pela rua 12, quadra 23, número 01, Jardim arco Verde, quando um veículo D20 placa KBO7996 avançou o sinal de pare quase batendo na viatura. Ato contínuo a guarnição com luz intermitente e sinal sonoro ligados procedeu abordagem com armamento em posição sul, verbalizando para o abordado descer do veículo, conforme preconiza o pop.O abordado bastante alterado abriu a porta do veículo com sua arma em punho no meio dar pernas disse para guarnição que é policial e que não aceita ser abordado por nenhum” soldado “e que não vai descer do carro. De imediato a equipe se posicionou com o armamento e pronto alto, verbalizando que soltasse a arma. Nisso o abordado soltou sua arma no solo do veículo e bastante alterado começou a desrespeitar a equipe falando que é policial da reserva, que trabalhou 30 anos na polícia e que não pode ser abordado dessa forma por um soldado . Com muita dificuldade a equipe conseguiu acalmar os ânimos do abordado que se identificou como 1°Sargento Ivan José Lopes da reserva remunerada . Ato contínuo sai uma senhora bastante alterada da residência em frente a abordagem e começa a xingar o SD Hudson de “babaca, desgraçado e filho de uma égua”.Nisso foi dado voz de prisão por desacato para essa senhora ainda não identificada, que entrou correndo para residência. Posteriormente a equipe acionou o CPU Tenente Guilherme, que descolou até o local. Até a chegada do CPU o senhor 1°Sargento IVAN JOSÉ LOPES começou a dizer para guarnição que soldado não é preparado para abordar e que se fosse um Sargento até respeitaria a abordagem. Ainda disse que é irmão de um Sub Tenente e um 3° Sargento e que ia ligar para um Coronel não identificado. Com a chegada do CPU foi relatado os fatos,onde foi determinado que a senhora que desacatou a equipe saísse de dentro da residência para procedimentos legais, onde na checagem de dados no MPORTAL a senhora foi identificada como CARITA KELLEN FERREIRA LOPES DUTRA filha do 1°Sargento. Momento em que a guarnição estava realizando a lavratura do termo circunstanciado de ocorrência em desfavor de CARITA KELLEN FERREIRA LOPES DUTRA, o senhor 1°Sargento IVAN JOSÉ LOPES na presença do Tenente Guilherme disse: Que nos soldados somos “moleques desgraçados”. De imediato o CPU Tenente Guilherme deu voz de prisão ao Senhor IVAN JOSÉ LOPES por desacato. Diante do exposto, foi realizado um termo circunstanciado de ocorrência em desfavor de CARITA KELLEN FERREIRA LOPES DUTRA com base no art. 331 e marcado um comparecimento em juízo no dia 24/08/2021 às 13:30 horas e o senhor 1°Sargento IVAN JOSÉ LOPES foi conduzido até a corregedoria para procedimentos legais e o seu veículo estava com licenciamento em atraso foi encaminhado ao centro pátio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat