Quatro homens mataram, esquartejaram e ocultaram o cadáver da vítima no Itapoã

Quatro homens mataram, esquartejaram e ocultaram o cadáver da vítima no Itapoã

Danilo foi morto a tesouradas, esquartejado com uma machadinha, colocado dentro de uma mala e enterrado em um terreno baldio ao lado do forum de justiça 

Danilo, conhecido como “pivete” foi espancado, abatido a golpes de canivete e tesouradas durante a festa regada a maconha, vodka e rohypnol. Sem vida a vítima foi jogada dentro do banheiro  e esquartejada. 

O crime ocorreu na madrugada da última sexta-feira (29/04) em uma casa na quadra 325, Conjunto A, no Setor Habitacional Itapoã. As partes do corpo foi colocada dentro da mala e enterrado em um matagal atrás do Fórum de Justiça da cidade. Um triângulo amoroso teria sido a causa.

De acordo com inquérito instaurado pela 6ª DP daquela cidade, onde já foram ouvidos alguns dos acusados, o crime ocorreu durante uma festa promovida por Wermeson da Penha Batista.

Todos fizeram uso de maconha, vodka e rohypnol.

Josimar da Penha Santos (33 anos), irmão de Wermeson e conhecido por “Coroa”, se desentendeu com  Danilo ( a vítima) que estaria dando em cima da namorada dele conhecida por Thauane.

Na casa  de Wermeson, estavam ainda Jonatan Furtado, João Paulo Fonseca Sousa, conhecido por “Magnata”, Adrian de Oliveira da Silva, João Paulo Fonseca e Érica Jamilly lima de Freitas.

Thauane seria o “pivô” do crime. Josimar, “Magnata” Adrian de Oliveira e  Wermeson passaram a espancar a vítima.

Em seguida o grupo passou a esfaqueá-lo a golpes de canivete. Josimar teria desferidos varias tesouradas em “Pivete”. Já sem vida o grupo arrastou a vítima para o banheiro da casa e com o uso de uma machadinha começou a esquartejá-lo .

Os pedaços do corpo foram colocados dentro de uma mala e enterrado nas proximidades do fórum de justiça durante a madrugada.

Em depoimentos, na delegacia, o grupo confessou o crime e indicou o local a onde foi enterrada a vítima. 

A delegada Jane Klébia, titular da 6ª DP do Paranoá, disse que todos os envolvidos tem passagens pela policia por outros crimes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat