Símbolo do DF, faixa de pedestre celebra 25 anos de implementação

Correio Braziliense

O brasiliense comemora nesta sexta-feira (1/4) 25 anos de implementação da faixa de pedestre no Distrito Federal. Desde o início da campanha sobre a importância do uso do equipamento de segurança, a faixa se tornou símbolo da capital e passou a fazer parte da rotina da população. Os reflexos podem ser percebidos até os dias de hoje.

De acordo com dados do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran – DF), em 2020, houve uma redução de 49% de pedestres mortos em relação a 2019. Além da queda das mortos, apenas um dos atropelamentos ocorreu na faixa de pedestre — os outros 43 aconteceram durante a travessia fora da faixa.

 

Desde o início da campanha, em 1997, o número de acidentes envolvendo pedestres sofreu queda no DF. Naquele ano, houve redução de 24% em relação a 1996. Mesmo com o aumento de 209,1% da frota desde a implementação da faixa, a quantidade de pedestres mortos no trânsito do DF caiu 83,4%, diminuindo de 266 para 44 em 2020.

 

Nesses 25 anos, os pedestres brasilienses aprenderam a utilizar a faixa, bem como entenderam a sua importância para a segurança no trânsito. O Detran-DF segue com campanhas na mídia e nas redes sociais, durante o mês de abril, com o slogan “Quem dirige, para. O pedestre usa”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat