PCDF deflagra Operação M16.

Na tarde terça-feira (7), policiais da Divisão de Roubos e Furtos de Veículos da Corpatri

deflagraram a Operação “M16” para cumprir cerca de sete mandados judiciais expedidos pela
vara criminal de Águas Claras, sendo dois deles de prisão temporária e cinco de busca e
apreensão. Os mandados são referentes à investigação do crime de roubo, ocorrido em 06 de
outubro, em um supermercado na região de Vicente Pires/DF. Quatro homens invadiram o
estabelecimento comercial, renderam funcionários e clientes, por meio do emprego de facas e,
ao que se acreditava, uma arma longa que aparenta se tratar de um fuzil.
As investigações mostraram que o suposto fuzil se tratava de um simulacro de arma de fogo, do
tipo usado na prática de Airsoft. Um homem, de 21 anos de idade, que no momento do roubo
segurava o simulacro, também foi o responsável por um roubo a coletivo, ocorrido em
novembro. Ele foi preso na Cidade Estrutural/DF e responderá pelos crimes de roubo
circunstanciado, tráfico de drogas, receptação e dano ao patrimônio público (por ter rompido
uma tornozeleira eletrônica) podendo as penas dos crimes superar os 30 anos de prisão.
Os quatro criminosos agiram com extrema violência, apontando as armas para vítimas, além de
agredi-las com socos e pontapés. As investigações continuam, quaisquer informações sobre os
autores do roubo, bem como sobre o paradeiro de Lucas Junio Sousa Santos, vulgo “Tutinha”, de
20 anos, que já teve sua prisão temporária decretada, devem ser informadas à PCDF pelo número
197.

Assessoria de Comunicação/DGPC
Nossa missão é investiga

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat