PRF encerra a Operação Semana Santa 2022

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou entre os dias 14 de abril e o dia 17 de abril de 2022 a Operação Semana Santa. A PRF reforçou o policiamento ostensivo e a fiscalização nas rodovias federais do DF e Entorno, visando garantir a segurança viária e o combate ao crime durante o feriado prolongado.

Para evitar a violência no trânsito, os policiais intensificaram a fiscalização abordando mais de 4.076 veículos e 4.953 pessoas. Durante os quatro dias, foram registrados 1.608 autos de infrações, sendo 404 por ultrapassagens indevidas, ação responsável por cerca de 30% das mortes em acidentes de trânsito dos últimos anos. Outros 62 veículos foram autuados por falta do uso de cinto de segurança e, outros 47 veículos, por transportar crianças sem o dispositivo de retenção.

Alcoolemia ao volante– No total, foram realizados 966 testes de etilômetro com nove condutores autuados por constatação e 49 por se recusarem a realizar o teste. Sete pessoas foram presas por apresentarem o valor acima de 0,33 mg/L de ar alveolar, configurando o crime de trânsito de embriaguez ao volante.

Vale destacar que dirigir sob a influência de álcool é um crime previsto no Artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) se o teor do teste for superior a 0,33 mg de álcool por litro de ar alveolar ou se o motorista apresenta sinais e sintomas de embriaguez e se recusar ao teste. A pena é de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão da habilitação. A multa tanto para qualquer índice positivo de embriaguez ou recusa ao teste é de R$ 2.934,70 e o condutor pode ter o direito de dirigir suspenso por até 12 meses. Em caso de reincidência em 12 meses, o valor dobra.

O maior índice de alcoolemia foi registrado no dia 15/04, por volta das 13h, quando um condutor de 27 anos se envolveu num acidente de trânsito. O motorista apresentou 1,17mg/L de ar alveolar e foi preso.

Durante o feriado prolongado, 33 pessoas foram detidas no DF e entorno por diversos crimes. Dentre estes, um homem de 47 anos foi preso na quinta-feira (14), na BR 040, altura de Luziânia/GO, ao ser flagrado conduzindo um Celta com registro de roubo em 2010. O carro apresentava placas clonadas. O homem informou que pagou R$1.000,00 (mil reais) na compra do veículo e que não possuía documentação.

Na sexta-feira (15), dois foragidos da justiça foram capturados pela PRF. Um homem de 28 anos, com mandado de prisão por estelionato emitido na cidade de Monte Azul/MG, estava dentro de um veículo abordado na BR 060, próximo ao Engenho das Lages/DF. Na BR 020, altura de Planaltina/DF, foi abordado uma moto com duas pessoas, sendo que o passageiro possuía um mandado de prisão por Roubo, do Estado da Bahia, emitido em 2018.

No sábado (16), na BR 020 em Planaltina, a PRF recuperou uma motocicleta Honda XRE190 sem placa e com os sinais de identificação completamente suprimidos. A moto estava na carroceria de uma F4000 e o condutor do veículo, de 37 anos, informou que estava realizando o transporte para um amigo que é dono de uma oficina na Estrutural.

Na mesma abordagem, os policiais encontraram dentro da bolsa da passageira, de 41 anos, um revólver Taurus .357 com oito munições. O motorista apresentou o registro da arma, porém não apresentou nenhum documento que permitisse o porte. Dessa forma todos foram encaminhados para a Polícia Civil da região, por porte ilegal de arma de fogo e por adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Mais destaques – No sábado (16), na BR 020, em Simolândia/GO, a PRF abordou uma Scania/R124 e, após as identificações veiculares, verificou que o semi reboque apresentava sinais de adulteração no chassi. Como a estrutura estava toda pintada não foi possível identificar a numeração original. O motorista, de 57 anos, foi conduzido para a delegacia da polícia civil por receptação.

Já no domingo (17), na BR 070, em Ceilândia/DF, uma equipe da PRF recuperou um Fiat/Uno que foi furtado no dia anterior. O veículo estava abandonado nas proximidades da rodovia federal. Esta foi a quarta vez que o carro foi furtado e recuperado em poucos dias. O primeiro furto foi em 2001, o segundo em 2009, o terceiro em 2010 e agora, em 2022.

Registros de acidentes de trânsito – Desde quinta-feira, início da operação, a PRF registrou 16 acidentes nas rodovias que cortam o DF e o Entorno que deixaram seis pessoas feridas e uma vítima fatal. Em comparação com o ano passado, no período de 01/04/2021 a 04/04/2021 quando ocorreram 28 acidentes que deixaram 35 pessoas feridas e duas vítimas fatais, houve uma redução de 43% no número de acidentes de trânsito, 83% em relação ao número de pessoas feridas e 50% de vítimas fatais.

O acidente fatal deste ano ocorreu no dia 16 de abril, na BR 070, em Cocalzinho/GO. Às 17h, houve uma saída de pista seguida de capotamento de um Honda City, onde o condutor teve lesões graves e o passageiro faleceu no local.

Durante o feriado, a PRF registrou flagrantes de desrespeito às leis de trânsito nas rodovias federais. Dirigir sob efeito do álcool, não usar cinto de segurança, deixar de transportar as crianças com os corretos dispositivos de segurança e as ultrapassagens indevidas aumentam significativamente o risco de acidentes e aumentam também as chances de danos graves ou mortes, uma vez que todas as infrações estão diretamente ligadas à segurança viária.

Conforme mostram os números, a PRF empregou grande esforço na fiscalização durante o feriado, bem como realizou diversas ações educativas e divulgações da importância da conscientização e respeito no trânsito. Porém, o trânsito é responsabilidade de todos, seja condutores de veículos, motoristas profissionais, ciclistas ou pedestres e a conscientização e o respeito às leis de trânsito é de vital importância.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat